UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2

NOTÍCIAS

Agricultores recebem treinamento para evitar intoxicação em MG


24/09/2009

Agricultores que cultivam tomate em Minas Gerais recebem treinamento para evitar intoxicações durante a pulverização das lavouras. Os cursos, gratuitos, são realizados nas principais regiões produtoras do estado.

As lavouras de tomate mudam a paisagem das serras mineiras. A produtividade anual, segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), é de quase 300 mil toneladas.

No treinamento, os produtores estão aprendendo a manusear o agrotóxico, da compra até a aplicação na lavoura, e a descartar as embalagens vazias. Para aumentar sua eficácia, as aplicações devem ser feitas no início da manhã ou no fim da tarde, nunca quando estiver ventando. Na hora de preparar a mistura, proteger a pele e o rosto é fundamental. A roupa e os equipamentos só podem ser usados em, no máximo, 30 aplicações.

Há 15 anos, Adeci Alves Costa, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), acompanha os produtores. Ela explica que as intoxicações são comuns, mas raramente confirmadas, mesmo quando o trabalhador rural procura atendimento médico. O trabalhador vai ao médico, mas não diz que está trabalhando na lavoura, que mexe com veneno, para que seja feito um bom diagnóstico", conta.

Os principais sintomas da intoxicação por agrotóxico são vômito, dor de cabeça e tontura. Esses sintomas podem desaparecer em poucos dias e, com isso, chegam a ser confundidos com uma simples gripe ou indisposição.

Exames necessários

É aí que está o perigo: o veneno é cumulativo no organismo do ser humano. Se o produtor não estiver atento e ficar exposto por muito tempo de forma incorreta, a intoxicação pode se tornar crônica e causar várias doenças, entre elas câncer de boca, intestino e pulmão.

A recomendação do Ministério da Saúde é que os aplicadores façam, pelo menos uma vez por ano, exame de sangue para verificar o índice de contaminação.

O curso faz parte do Projeto Alimento Seguro, uma parceria do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e do Senar. A partir de novembro, os técnicos vão orientar os produtores de morango de seis municípios do estado."


Categorizado em: UGT,


logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Formosa, 367 - 4º andar - Centro - São Paulo/SP - 01049-911 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2021 Todos os direitos reservados.