UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | UGT Press | UGT PRESS 098
Home | UGT Press | UGT PRESS 098

UGT Press

UGT PRESS 098


26/03/2009

RECLAMAÇÃO SEM PROPÓSITO: Felipe Calderón, presidente do México, disse: agora até as revistas não só se dedicam a atacar, a mentir sobre a situação no México, mas também a exaltar criminosos, no que aqui consideramos um crime: a apologia da criminalidade". A reclamação foi em consequência de a revista Forbes incluir Joaquin Guzmán, conhecido como "El Chapo", na lista de pessoas mais ricas do mundo (701° lugar), com patrimônio avaliado em um bilhão de dólares. O "baixinho" mexicano é responsável pelo envio de drogas colombianas para os Estados Unidos e tem sua cabeça a prêmio (cinco milhões de dólares por sua captura). Reclamar pela publicação não resolve. Que tal combater com eficiência o narcotráfico?

IGREJA CATÓLICA: de um lado, as trapalhadas do arcebispo José Cardoso Sobrinho, de Recife e Olinda, excomungando a mãe da menina de nove anos, estuprada pelo padrasto e grávida de gêmeos, cujo aborto foi feito pelos médicos (também excomungados), com base na lei, já que a menina corria risco de vida. O caso correu o mundo e suscitou as mais diversas reações, geralmente contrárias à atitude severa e não complacente do arcebispo. Em contraponto, o lançamento da Campanha da Fraternidade de 2009, com o tema "Fraternidade e segurança pública", tendo como lema "A paz é fruto da justiça". Todos os anos a Campanha de Fraternidade tem levado uma mensagem importante aos brasileiros, normalmente abordando assuntos do interesse da Nação. A repercussão maior, infelizmente, foi em relação às atitudes do arcebispo de Recife e Olinda, enquanto a Campanha da Fraternidade, em função do episódio, foi relegada a um plano inferior. A UGT apóia a Campanha da Fraternidade.

PROPAGANDA: para felicidade dos meios de comunicação, o Governo do Estado de São Paulo concentra em 2009 a maior verba de publicidade de toda a sua história. Antes, no mesmo nível, somente o Governo Federal gastava tanto. Tudo isso sem contar as verbas das empresas estatais, abundantes nos dois governos. Já há algum tempo, as verbas oficiais representam o grosso da publicidade brasileira. Talvez devêssemos discutir mais a ética e a estética dessas publicidades.

CRIMES COMUNS E PERSISTENTES: a prisão de 72 pessoas por tráfico de animais só confirma a persistência desses e de outros tipos de crimes no país. Contrabando, narcotráfico, pirataria, roubo e receptação, estão entre as práticas mais difundidas em território nacional. Vez ou outra, vemos a Polícia Federal em ação. Neste caso do tráfico de animais, a provocação veio de fora, através da Interpol. Vivendo na miséria, em regiões inóspitas, como recusar a oferta de um punhado de dólares por um passarinho? Esses crimes merecem alguma coisa a mais do que uma simples punição."




logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2021 Todos os direitos reservados.