UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

Sinsaúde Campinas comemora 82 anos


29/10/2020

Nesta quarta-feira, 28 de outubro o Sinsaúde completa 82 anos de história. E nesse aniversário, em um ano totalmente atípico, marcante na história da humanidade, principalmente para os profissionais da saúde em virtude da pandemia do novo coronavírus, o Sindicato permanece firme na luta para assegurar os direitos dos trabalhadores que estão na linha de frente do combate a Covid-19. 

 

“Não é todo dia que uma instituição chega tão longe e para reconhecer a importância desta entidade é preciso respeitar o passado, organizar o presente e pensar no futuro. É o que estamos fazendo. Novos tempos para os profissionais da saúde representados pelo Sinsaúde Campinas e Região chegaram e somente juntos, unidos nestes novos objetivos é que poderemos reconstruir e dar um passo importante na evolução da categoria.”, destaca a presidente do Sinsaúde Sofia Rodrigues do Nascimento.

 

 

 

 

 

Principais conquistas do Sinsaúde

 

Grande parte da categoria não sabe, mas muitos dos benefícios que os trabalhadores usufruem hoje são conquistas do Sindicato que, com muito trabalho da diretoria, são mantidas ano após ano nos Acordos e Convenções.

 

Para se ter uma ideia, a primeira cesta básica de alimentos, foi conquistada em 1990, sendo que na época ficava assegurada apenas uma cesta ao ano. “Veja o quanto evoluímos. Agora temos a cesta mensal ou tíquete alimentação, um complemento importante na vida dos trabalhadores. Conseguir manter estas conquistas, como jornada especial de trabalho, cesta básica, entre outros, é uma vitória para a nossa categoria”, lembra a vice-presidente do Sinsaúde, Juliana Karine Machado.

 

 

 

 

 

12 de maio

 

O dia 12 de maio ou "Dia do Profissional da Saúde" é uma conquista da categoria garantida por lei e contida nos instrumentos coletivos. O Sinsaúde negociou para que todos tenham uma folga a mais no mês de maio devido ao feriado que é comemorado em todo o estado de São Paulo, desde 2004.

 

 

 

Auxílio-creche

 

Pela legislação, o empregador deve fornecer creche ou ter convênio com alguma creche para as funcionárias com filhos até cinco anos, entretanto o Sinsaúde conquistou o auxílio-creche com índices a partir de 5% do menor salário da categoria, por mês e por filho para auxiliar nas despesas das trabalhadoras, lembrando que vários estabelecimentos concedem valores diferentes.

 

 

 

Adicional noturno e de horas extras

 

O Sinsaúde conquistou índices de sobretaxa nas horas extras e adicional noturno acima do que prevê a legislação. No caso das horas extraordinárias, a Lei garante 50% enquanto o Sinsaúde conquistou até 100% em algumas empresas, já o adicional noturno a legislação garante 20% enquanto o Sinsaúde conquistou 40% para a categoria.

 

 

 

Cesta básica

 

 

 

Um importante complemento no sustento das famílias, a cesta básica de alimentos é uma conquista para toda a categoria, mantida ano após ano com o Sinsaúde negociando o benefício nos Acordos e Convenções Coletivas. Por Lei, a empresa não é obrigada a fornecer a cesta, mas em todos os Acordos o Sinsaúde exige o fornecimento da cesta sem vinculação por assiduidade.

 

 

 

Jornada especial de trabalho

 

 

 

Enfermagem e Apoio: 12 X 36 com 2 ou 3 folgas e 6 horas diárias com 5 folgas ou 6 folgas e mais os feriados. Além disso temos 12 X 36 com uma hora de intervalo para descanso e alimentação dentro da jornada. Sendo assim, não são 12 horas de trabalho e sim 11 horas. Na jornada de 6 horas, temos 15 minutos de descanso, ficando a jornada em 5 horas e 45 minutos.

 

Administração: 40 horas semanais com domingos e feriados livres. Isso é conquista do SEU SINDICATO, pois a legislação prevê jornada de 12 x 36 h, sem folgas e 44 horas para o setor administrativo.

 

 

 

Pisos por função

 

Nos Acordos e Convenções Coletivas de Trabalho o Sinsaúde negocia para que sejam definidos pisos diferenciados de acordo com a função de cada empregado, estabelecendo os salários de ingresso para que nenhum trabalhador receba menos que o piso de sua função.

 

 

 

Adicional de insalubridade

 

Os trabalhadores que se expõem diariamente a doenças infectocontagiosas precisam receber o adicional de insalubridade em grau máximo (40%), que é uma conquista do Sinsaúde presente nas cláusulas dos Acordos Coletivos e que deve ser respeitada pelos empregadores. A luta agora é para que o adicional seja aplicado a todos os trabalhadores, independente da função ou setor que atuam.

 

 

 

 

 

História

 

A fundação do Sinsaúde Campinas e Região, em 28 de outubro de 1938, foi a primeira ação transformadora para a categoria que era tratada à imagem da filantropia.

 

Comandados por um grupo que contava com aproximadamente 20 pessoas, os trabalhadores viram sua entidade de classe nascer e, com muitas dificuldades, contabilizar resultados.

 

Ao longo desses 81 anos, a história do Sinsaúde pode ser dividida em três grandes ciclos. O primeiro ciclo foi iniciado com a fundação da entidade. Seus diretores, ligados, na época, ao Partido Comunista, sofreram reveses e a entidade chegou a ser colocada na ilegalidade.

 

O segundo período marcante na existência do Sinsaúde coincide com o golpe militar de 1964. Este período de turbulência política representou um recuo para a evolução dos profissionais que continuaram a receber baixos salários e eram subjugados a uma jornada diária exaustiva. Prevaleceu o sindicato assistencial, focado em oferecer aos seus associados benefícios sociais nas áreas de saúde, cultura e lazer.

 

A grande virada, início do terceiro ciclo, acontece em 1984. Neste ano, a categoria é reorganizada com a eleição de uma nova diretoria que se apresentou com propostas novas e revolucionárias.

 

Guiada pelo lema da valorização do profissional da saúde, a nova diretoria propunha bandeiras de luta que incluíam reconhecimento profissional por meio de salários justos e redução da jornada de trabalho. O objetivo maior e era a humanização do trabalho na saúde.

 

“Os resultados se concretizaram ao longo dos anos, mas o trabalho segue intenso para garantir melhorias aos profissionais e impedir retrocessos, e para garantir maior humanização do trabalho na área da saúde. Essa é uma luta contínua e que abraçamos com toda a nossa energia e vitalidade”, finaliza Sofia.


Categorizado em: UGT - São Paulo,


logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Formosa, 367 - 4º andar - Centro - São Paulo/SP - 01049-911 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2021 Todos os direitos reservados.