UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

UGT-Minas se une às centrais em mais um ato de protesto contra a restrição ao seguro-desemprego


03/03/2015

A UGT-Minas integrou a manifestação organizada pelas Centrais Sindicais,em frente à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/MG), Centro da Capital mineira, na manhã de 02 de março, dia em que as medidas provisórias 664 e 665 passam a vigorar e caminham para se tornar lei, caso sejam aprovadas pela Câmara Federal e o Senado.

 

Edilson de Souza – “Joca” – representou o presidente da UGT-Minas, deputado Ademir Camilo – e foi um dos sindicalistas a denunciar a perversidade das medidas aos trabalhadores que ingressavam no prédio da SRTE e a populares que transitavam nas proximidades.

 

Organizado em todo o País, o protesto defendeu a revogação das MPs, que restringem o acesso seguro-desemprego e alteram as regras do auxílio-doença, abono salarial, seguro-defeso, pensão por morte, auxílio-reclusão, entre outros benefícios. O seguro desemprego, que antes atendia a trabalhadores com seis meses de carteira assinada, agora está restrito àqueles com mais de 18 meses de formalização.

 

“Joca” confirmou a presença da UGT na agenda programada pelas centrais, na qual, em 18 de março, os sindicalistas voltarão ao Congresso Nacional para continuar a pressão e, dia 9 de abril, realização da 9ª Marcha da Classe Trabalhadora, em São Paulo, atentos, à tramitação das medidas no Congresso, e de projetos - como o PL 4.330 - sobre terceirização, que acaba de ser desarquivado.


Categorizado em: UGT - Minas Gerais,


logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2013 Todos os direitos reservados.