UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

UGT-PARANÁ realiza plenária estadual


10/12/2013

A Plenária Estadual da UGT-PARANÁ, realizada em Guaratuba (PR), reuniu mais de 400 dirigentes sindicais e lideranças comunitárias de praticamente todas as cidades paranaenses. O encontro aconteceu dias  4 e 5 de dezembro, no Centro de Eventos da FECEP – Federação dos Empregados no Comércio do Estado do Paraná (filiada à UGT).  As filiações de novos sindicatos à central, entre eles o SIEMACO – Sindicato dos Empregados nas Empresas de Asseio e Conservação e dos Policiais Federais do Paraná foram recebidas com entusiasmo pelos sindicalistas. “Essas novas filiações são reflexo do trabalho da UGT-PARANÁ  e da UGT-NACIONAL, liderada pelo nosso grande líder e companheiro Ricardo Patah, pois a UGT é uma central comprometida com a prática de um sindicalismo cidadão, ético e inovador”, disse o presidente da  central no estado, Paulo Rossi.
 
Essa última plenária da UGT-PARANÁ em 2013, apresentou temas relevantes ao mundo do trabalho, entre eles os programas  habitacionais da Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná); as linhas de crédito para os pequenos empreendedores, disponibilizadas pela Fomento Paraná;  O papel dos dirigentes sindicais no processo eleitoral 2014; a ética sindical; os Objetivos do Milênio, traçados pela ONU( Organização das Nações Unidas); a organização e planejamento estratégico da UGT-PARANÁ para 2014.
 
Ao abrir os trabalhos o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi, agradeceu a calorosa recepção de toda equipe da FECEP que não mediu esforções para atender as centenas de delegados e delegadas nas instalações da federação. Rossi lembrou do processo de organização da central no estado, destacando as plenárias regionais realizadas em Londrina, Cascavel, Maringá e Paranaguá, como parte integrante da política de descentralização adotada pela UGT no Paraná.
 
Programas habitacionais

Nas palestras do dia 4 de dezembro, pela manhã, o diretor da Cohapar, Luciano Valério Bello Machado e a assessora técnica, engenheira Jocely Maria Thomazoni Loyola apresentaram aos dirigentes as linhas de financiamento habitacional da companhia, voltadas à população de baixa renda nas áreas rurais e urbanas. “ A Cohapar possibilita desde a aquisição do terreno até a construção da moradia, desde que sejam cumpridas as exigências para cada segmento de financiamento”, disse Jocely. A engenheira destacou que a companhia disponibiliza assessoria técnica nas várias etapas  e lembrou  que a elaboração dos projetos, quando feita por empresas particulares, pode representar  significativos custos ao empreendimento. “ Com essa assessoria, além da Cohapar financiar a aquisição do lote e a construção da moradia, disponibiliza técnicos qualificados para a elaboração dos projetos que melhor se adequam à área rural ou urbana”,  destacou a engenheira.
 
O presidente da UGT-PARANÁ, destacou que a central irá firmar um termo de cooperação técnica entre a UGT e a COHAPAR visando o suporte para todas as entidades filiadas à central no estado.
 
Crédito aos microempreendedores
 
Por sua vez a coordenadora de Relações Institucionais da Fomento Paraná, Cintia Auman falou das linhas de crédito disponibilizadas para os pequenos empreendedores. “Com juros subsidiados e prazos de pagamento estendidos, a Fomento quer promover os pequenos e micro empreendedores a manterem e fortalecerem seus negócios, frutificando numa economia sadia e consistente”, detalhou Cintia. A representante da Fomento falou das facilidades na obtenção de linhas de crédito e de recursos para os vários fins empresariais, desde aquisição de maquinário, até a formação de capital de giro.
 
Para Solomar Rockembach,  membro da executiva nacional da UGT e presidente do SINTEC – Sindicato dos Técnicos Industriais do Paraná (filiado à UGT), os programas da Fomento Paraná são um estímulo para os trabalhadores que aderem muitas vezes aos PDV´s (programas de demissão voluntária) das empresas e que podem ser uma porta de entrada para um pequeno negócio. 
 
Processo eleitoral 2014
 
O secretário Nacional de Organização e Políticas Sindicais da UGT, Francisco Pereira de Souza Filho, o ‘ Chiquinho’,  abordou as ações da UGT para o sistema de custeio das entidades sindicais e o papel dos dirigentes sindicais no processo eleitoral 2014. “Temos de estar atentos às manobras de setores empresariais, políticos e mesmo de outras entidades sindicais, empenhadas na desestruturação da organização sindical brasileira”, destacou Chiquinho. Ele lembrou que o Ministério Público que de um lado vem ‘policiando’ drasticamente as ações sindicais laborais, de outro lado ‘faz vistas grossas’ ao destino dos recursos  repassados ao Sistema S, formado por 11 entidades, na maior parte de direito privado, entre eles  o SESC, SENAI , SESI, SENAT, SENAR, SESCOOP  e SEBRAE. “Esses recursos que são oriundos da contribuição da classe trabalhadora acabam sendo destinados a essas entidades que pouco fazem pela qualificação dos trabalhadores”, disse Chiquinho que comentou que dentro de 90 dias a UGT Nacional terá uma reunião com a Conalis, órgão do Ministério Público do Trabalho, em Brasília, no qual a UGT apresentará uma proposta para o custeio das entidades sindicais filiadas.  O dirigente nacional da UGT lembrou ainda que está mais do que na hora dos trabalhadores investirem de fato na eleição de legítimos representantes da classe trabalhadora, e que as eleições em 2014 poderão definir rumos importantes para a política e economia nacional. Chiquinho Pereira fez questão de elogiar a plenária da UGT-PARANÁ: “Mais uma vez me sinto realizado em estar com os dirigentes paranaenses, pois a UGT-PARANÁ tem sido um exemplo de organização e crescimento para os demais estados. Contem sempre comigo e com o presidente Ricardo Patah para fazermos a UGT crescer ainda mais em qualidade e quantidade”, disse Chiquinho.
 
O professor e mestre em educação, Erledes Silveira, que é coordenador da secretaria nacional de Organização e Políticas Sindicais da UGT, fez uma explanação sobre a ética sindical e seus reflexos no dia a dia dos dirigentes. “De nada adianta falarmos em ética se um dirigente cria sindicatos na base de uma entidade filiada à mesma central ou federação que ele. Além disso, a ética está acima de tudo. É uma questão de caráter e respeito”, disse Erledes.
 
Ao falar dos “Objetivos do Milênio”, o consultor da UGT, Domingos Fernandes abordou o trabalho desenvolvido pelo ONU e pelo governo federal na busca de atingir as metas relacionadas aos objetivos. Domingos falou ainda que o Paraná é um dos estados mais avançados no cumprimento das ações e que os dirigentes sindicais precisam participar ativamente desses programas.
 
Ao final ficou definido o planejamento estratégico da UGT-PARANÁ para 2014, sendo que as prioridades estão na qualificação dos dirigentes, cursos para servidores dos sindicatos filiados, parcerias visando programas habitacionais e de crédito para os representados através das entidades filiadas e eleição de representantes da UGT para a Câmara Federal e para a Assembleia Legislativa, trabalho esse a ser coordenado pelo secretário de Formação Política da UGT-PARANÁ, Paulo Moraes e pelo secretário nacional de Formação Política da UGT-NACIONAL, Paulo Sérgio dos Santos.
 
Outra novidade é a reorganização da secretaria da Juventude da UGT-PARANÁ, que passa a ter como titular a companheira Rosemary Selzler; a criação da secretaria para Assuntos de Segurança Pública e a criação da Regional Sudoeste da UGT-PARANÁ, que acontecerá no dia 20/02/14, na cidade de Francisco Beltrão.
 
Finalizando os trabalhos, o presidente da FECEP – Federação dos Comerciários do Paraná, companheiro Vicente Silva, fez questão de parabenizar os dirigentes das entidades filiadas à central e a organização do evento. “Mais uma vez fico feliz com os temas escolhidos pela central que foram de grande aprendizado para nós nestes dois dias”, disse Vicente.

 

Fonte: UGT Paraná

 


Categorizado em: UGT - Paraná,


logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2013 Todos os direitos reservados.