UGT UGT

Filiado à:


Filiado Filiado 2
Home | Notícias
Home | Notícias

NOTÍCIAS

Oposição rodoviária conta com apoio 100% da UGT


01/03/2016

A chapa Oposição Rodoviária, liderada pelo sindicalista Edilberto Ventania, conta com o apoio irrestrito da executiva nacional da União Geral dos Trabalhadores - UGT. O empenho foi reafirmado na última sexta-feira, durante reunião do secretário nacional de Organização e Política Sindical, Chiquinho Pereira, com uma comissão de rodoviários liderada por Ventania. O encontro aconteceu desde as 9h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Supermercados - SINTCVAPA. As eleições nesse sindicato vão acontecer no dia 23 de março e são muito importantes para a UGT que é atualmente, a segunda central sindical mais poderosa do país, conforme confirmou Chiquinho ao abrir os trabalhos juntamente com o presidente da UGT Pará, José Francisco de Jesus Pantoja Pereira, o Zé Francisco; Antonio Caetano de Souza, presidente do SINTCVAPA; Noventa, secretário nacional de Transportes da UGT; Chiquinho, do Sindicato dos Condutores do Estado de São Paulo; e o assessor jurídico da UGT Pará, Mauro Rios, que dará assessoramento à Oposição Rodoviária.

 

Zé Francisco disse que esta é a segunda vez que a UGT Pará parte para apoiar a Oposição Rodoviária e que, desta vez, a categoria dos trabalhadores rodoviários de Belém e zona metropolitana está unida para fazer verdadeira mudança no sindicato. "Envolvemos toda a diretoria executiva estadual da UGT; já temos o apoio da direção nacional na pessoa de nosso presidente Ricardo Patah, e é por isso que o companheiro Chiquinho veio hoje de São Paulo juntamente com os companheiros Noventa e Chiquinho, para falarem de suas experiências em eleições emblemáticas como é o caso do que está acontecendo no Sindicato dos Rodoviários do Estado do Pará".

 

Disse também que, antes da vinda dos dirigentes nacionais, já havia se reunido com a liderança da Oposição Rodoviária para saber quais as estratégias e o que realmente Edilberto Ventania necessitava para levar avante o projeto de mudanças e de tomada do sindicato para transformá-lo numa entidade forte, voltada para a defesa dos trabalhadores dentro e fora das empresas, haja vista a necessidade de se buscar, também, políticas públicas voltadas para setores como educação, saúde, transporte, lazer, enfim, para que o trabalhador tenha vida digna e qualidade de vida, acima de tudo.

 

Por sua vez, Chiquinho Pereira prometeu que Ventania e sua equipe já contam com 100% de apoio da UGT. "Se for preciso, os companheiros Noventa e Chiquinho estão dispostos a vir pra cá, pra ajudar, para ir às garagens conquistar os trabalhadores a votarem na Oposição Rodoviária que garante mudanças radicais no atual quadro do sindicato e nos rumos da política sindical.

 

Lembrou Chiquinho Pereira e depois o próprio Noventa confirmou, que a eleição no Sindicato dos Condutores do Estado de São Paulo não foi nada fácil. Houve muita briga, esforço físico, gente ferida, traições, até que Noventa conseguiu transpor todos esses obstáculos e conquistar a confiança da categoria e, por assim dizer, se tornar uma das grandes lideranças dos rodoviários em todo o País. Chiquinho Pereira disse que, da diretoria nacional da UGT, ele foi o primeiro a acreditar no projeto e não se arrependeu do que fez.

 

- A UGT é a segunda central sindical, mas temos de admitir que vivemos num país desacreditado no exterior, sem crédito para comprar uma caixa de fósforos. O movimento sindical precisa se renovar, precisa se fortalecer para fazer frente aos grandes embates nacionais. Do contrário, não teremos mais o apoio dos trabalhadores que estão cansados de lutar; nós somos pagos pelos trabalhadores para defendê-los, mas temos de evoluir. Continuar buscando melhores salários e melhores condições de trabalho, mais e mais conquistas, mas, também, participar do que acontece na vida social fora das empresas, onde reside o futuro da qualidade de vida de cada trabalhador, de cada cidadão. Este é o nosso papel", sentenciou Chiquinho Pereira.

 

Os trabalhos com a comissão da Oposição Rodoviária se encerraram por volta da 12h30, mas ainda haverá outros encontros com a executiva nacional, que irá acompanhar todo o processo eleitoral. Inclusive, o advogado Mauro Rios já conseguiu alguns ganhos judiciais para que o processo eleitoral transcorra dentro da lei, sem impugnações. No dia da eleição, a 23 de março, encerra o mandato da atual diretoria. Nesse mesmo dia, a chapa vencedora toma posse na direção do Sindicato, que se comprometeu a permanecer na UGT.

 

 

 


Categorizado em: Geral, Institucional, UGT, UGT - Pará,


logo

UGT - União Geral dos Trabalhadores


Rua Aguiar de Barros, 144 - Bela Vista - São Paulo/SP - 01316-020 - Tel.: (11) 2111-7300
© 2013 Todos os direitos reservados.